Preso suspeito de participar da morte de PM arrastado por cavalo

Em 2015, soldado Bruno Rodrigues Pereira foi capturado por traficantes quanto estava em um bar falando com o irmão pelo celular

Rio - Policiais militares do 21º BPM (São João de Meriti) prenderam, na tarde deste sábado, um suspeito de envolvimento na morte de um PM que foi arrastado por um cavalo, em setembro de 2015, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O criminoso, que não teve a identidade revelada, foi capturado na Rua Zínia, no bairro Éden, São João de Meriti.

Os PMs chegaram até ele após uma denúncia de que um suspeito vinha fazendo roubos na região. O homem foi apreendido com uma pistola falsa. O material e ele foram levados à 54ª DP (Belford Roxo).

O soldado Bruno Rodrigues Pereira, de 30 anos, foi morto por traficantes da comunidade Dom Bosco. Na ocasião, após levar um tiro nas costas, ele foi amarrado a um cavalo e arrastado por cerca de 1 km até a comunidade da Lagoinha. Ele ainda estaria vivo.

Antes do crime, o PM estava em um bar falando com o irmão pelo celular, quando foi capturado pelos criminosos. Ele era lotado na UPP Formiga, na Tijuca.

 

Comentários